Morre o Rei Miguel da Romênia, aos 96 anos


O REI MIGUEL I EM 2011, DURANTE CERIMÔNIA EM QUE RECEBEU PRÊMIO, EM BUCARESTE, NA ROMÊNIA (REPRODUÇÃO/O GLOBO)

O Rei deposto Miguel I da Romênia, um dos últimos chefes de Estado da Segunda Guerra Mundial, morreu aos 96 anos em sua casa em Genebra, informou nesta terça-feira a Casa Real romena.

"Vossa Majestade, o Rei Miguel I morreu hoje, 5 de dezembro de 2017, às 13h (9h, em Brasília), na residência privada da Suíça", afirmou a Família Real em comunicado de imprensa. No ano passado, a Família anunciara que Sua Majestade sofria de leucemia e de um carcinoma espinocelular metastático.

Miguel I da Romênia, filho do rei Carlos II e de Helena da Grécia e Dinamarca, reinou na Romênia entre 1927 e 1930 sob regência e, depois, entre 1940 e 1947.

O programa do funeral será revelado amanhã, embora a Casa Real tenha informado que o corpo do ex-monarca será levado ao Salão de Honra do Castelo de Peles (na cidade de Sinaia) e, dois dias depois, ao Salão do Trono do Palácio Real de Calea Victorie, em Bucareste.

A missa vai acontecer na Catedral Patriarcal de Bucareste, enquanto o enterro será na nova Catedral Ortodoxa de Curtea de Arges, a cerca de 155 quilômetros da capital romena.

O antigo monarca partiu para o exílio após ser obrigado a abdicar em 1947 pelos comunistas que chegaram ao poder após a Segunda Guerra Mundial.

Desta forma, viveu 50 anos exilado em Versoix (Suíça) com a sua esposa Ana de Bourbon-Parma, com quem tem cinco filhas, e após a queda do regime comunista em 1989 retornou em 1997 à Romênia, onde recuperou parte de seu patrimônio.

A Miguel Hohenzollern-Sigmaringen foram reconhecidos certos direitos como antigo chefe de Estado, embora a monarquia não tenha sido restaurada na Romênia.

O ex-chefe de Estado, designou em 2007 sua filha primogênita, a Princesa Margarida, como sucessora ao trono. "Até os últimos instantes de sua vida, Vossa Alteza Real esteve acompanhado pela Princesa Margarida", afirmou a nota divulgada hoje.

Segundo vários pesquisas, cerca de 30% dos romenos são partidários da volta da Monarquia no país balcânico.

VIA EFE, COM INFORMAÇÕES DE O GLOBO

#Romênia #CasaRealdaRomênia #MiguelIdaRomênia #Morte #Falecimento

Banner wallpaper bandeira imperial.png

Todos os direitos reservados © Diga Sim à Monarquia - 2013-2020